Folclore

Folclore é o conjunto de crenças, superstições, lendas, festas e costumes de um povo passado de geração em geração. A palavra Folclore vem do inglês pela junção das palavras folk (povo) e lore (sabedoria popular) significando sabedoria do povo. O Folclore no Brasil só começou a receber atenção da elite na metade do século XIX, durante o Romantismo. Naquela época, a cultura popular crescia na Europa e Estados Unidos e, baseados nesse interesse, estudiosos brasileiros como Celso de Magalhães e Sílvio Romero pesquisaram as manifestações folclóricas nativas e publicaram estudos. Vários artistas cultos começaram a colocar em suas obras elementos da cultura popular o que fazia parte de um projeto, estimulado pelo governo de Dom Pedro II, para construção de símbolos nacionalistas que poderiam contribuir para afirmação do Brasil entre as nações civilizadas.  O resultado de tudo isso foi que hoje o Folclore brasileiro se encontra em destaque. O Folclore alimenta o turismo cultural do Brasil e tornou-se instrumento de educação nas escolas.

  Folclore Sesi

Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=CWHPvs7_MO8&feature=related

 O Folclore também é protegido por lei, está previsto na Constituição Federal de 1988, nos artigos 215 e 216, que tratam da proteção do patrimônio cultural brasileiro: “os bens materiais e imateriais, tomados individualmente ou em conjunto, portadores de referência à identidade, à ação, à memória dos diferentes grupos formadores da sociedade brasileira”. São várias as formas de manifestação cultural onde o Folclore Brasileiro está presente:

Músicas:  Cantigas de roda e Serenatas               
Danças e Festas:Carnaval, Festas Juninas, Cavalhadas, Frevo e Maracatu                    
Linguagem:  Provérbios ou ditados populares, parlendas ou trava-línguas, adivinhas e Literatura de Cordel
Usos e Costumes:Vestuário, pratos típicos, roupas e etc.
Brinquedos e Brincadeiras: Boneca de pano, arapuca, pipa (papagaio), pião, bolinha de gude, esconde-esconde, etc.
Lendas e Mitos: Boitatá, Boto, Caipora, Cuca, Curupira, Lobisomem, Iara, Mula sem cabeça, Negrinho do Pastoreio e Saci Pererê
Crenças e Superstições e também  Arte e Artesanato         

          

 Em 1995, organizado pela Comissão Nacional de Folclore, foi elaborada uma carta chamada Carta do Folclore Brasileiro que é um conjunto de conceitos e recomendações a respeito da proteção, divulgação, documentação e pesquisa do Folclore brasileiro. Foi produzida durante o VIII Congresso Brasileiro de Folclore em Salvador. Essa carta foi uma revisão da primeira carta elaborada em 1951 durante o I Congresso Brasileiro de Folclore, no Rio de Janeiro. Sua revisão foi realizada para que pudesse se atualizar o estudo e a proteção do Folclore nacional tendo em vista os avanços das ciências e também levando em conta as recomendações emitidas pela UNESCO em 1989 através das Recomendações sobre Salvaguarda do Folclore.

Quer saber mais? Então acesse sugestões de aulas, conteúdos multimídia, produções escolares.

O Folclore é comemorado no dia 22 de agosto!

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 43 outros seguidores